Governador assina contrato para extensão de metrô

São Paulo

21/06/2024  

O governador Tarcísio de Freitas assinou nesta sexta-feira (21) o termo de aditivo para elaboração dos estudos de viabilidade e dos projetos executivos para a extensão da Linha 5-Lilás de metrô até o Jardim Ângela. Com investimento estimado em R$ 3,4 bilhões, o projeto terá duas novas estações, Comendador Sant’anna e Jardim Ângela, e vai beneficiar o transporte de mais 150 mil pessoas por dia com o trecho estendido.

“Outro dia, fui perguntado sobre a obra mais importante para o governo no estado. A obra mais importante é a que faz a diferença na vida das pessoas. Essa obra é uma obra importante, porque vai ligar o Jardim Ângela e toda a Zona Sul com o resto da cidade, e isso vai melhorar a vida de milhares de pessoas”, afirmou o governador. “É importante também porque vai gerar muito emprego. E é por isso que a gente vai trazer muitos investimentos para São Paulo, para gerar emprego, para fazer a diferença na vida das pessoas”, acrescentou Tarcísio.

A cerimônia de assinatura do termo de aditivo teve a participação do secretário executivo de Parcerias em Investimentos, André Isper, além de deputados, do prefeito de São Paulo Ricardo Nunes, vereadores e diretores da ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação, manutenção e conservação da Linha 5-Lilás de metrô.

O ramal será ampliado em mais 4,3 km de trilhos, sendo 3,2 km em elevado e 1,1 km subterrâneo, e terá conexão com o terminal de ônibus existente na região. Haverá ainda a necessidade de intervenções viárias e construção de passarela para pedestres. A expectativa é de que as obras comecem no primeiro trimestre de 2025 e sejam concluídas com o início da operação em 2028.

A demanda atual da Linha 5-Lilás, que liga a Chácara Klabin (Linha 2-Verde do Metrô) ao Capão Redondo, com 17 estações, é de mais de 507 mil passageiros por dia. Com as novas estações, passando para um total de 19, a estimativa é que o número chegue a 650 mil usuários por dia. A linha, que hoje tem 20 km de extensão, passará a ter 24,3 km.

Estudo de viabilidade

A concessionária será responsável por realizar os estudos iniciais para a expansão da linha, reduzindo o prazo para a realização do empreendimento e os riscos relacionados à execução das obras. A análise contempla projeto executivo completo e estudos de licenciamento ambiental, de demanda e de utilização de áreas públicas e privadas.

SP nos Trilhos

O projeto de expansão da Linha 5-Lilás faz parte do programa SP nos Trilhos, lançado pelo Governo do Estado de São Paulo, e reúne projetos de transporte de cargas e passageiros por ferrovias, como trens intercidades (TIC), veículo leve sobre trilho (VLT), trens urbanos e metrô. Ao todo, os projetos estão estimados em R$ 194 bilhões e mais de 1 mil km de extensão de trilhos.

Top