Jogadores visitam AdventHealth em Orlando

Seleção Brasileira

18/06/2024  

Os jogadores da Seleção Brasileira levaram alegria nesta terça-feira (18) ao AdventHealth, em Orlando, na Flórida. Andreas Pereira, Alisson e Endrick visitaram pacientes e conheceram também médicos e funcionários da unidade pediátrica do hospital. 

O AdventHealth é uma das maiores redes de Hospital dos Estados Unidos e tem dezenas de unidades espalhadas pelo país. Na visita, os jogadores conversam com pacientes e familiares dos internos e distribuíram presentes e autógrafos.

"Viemos trazer um pouco de alegria. A gente sabe que o futebol mexe com a cabeça das pessoas, com o coração, e vê o sorriso das crianças, ou até mesmo dos pais, nos conforta. A gente é muito grato pela oportunidade que nos deram de fazer essa visita", disse o goleiro Alisson.

"É  um orgulho estar aqui e passar nossa alegria. Sabemos que é um momento difícil na vida deles, mas estamos aqui para apoiá-los", disse o volante Andreas Pereira, que gosta de participar de ações sociais.

Neste ano, ele ganhou do seu clube, o Fulham, o prêmio PFA Community Champion por apoiar diversas atividades e iniciativas comunitárias ao longo da temporada. Andreas visitou escolas primárias para conhecer alunos e professores e participou de eventos para inspirar alunos do ensino secundário.

A delegação brasileira está na cidade norte-americana desde o dia 30 de maio se preparando para a disputa da Copa América, que será aberta na quinta (20). Jogador mais jovem da Seleção, Endrick participou da visita ao hospital em Orlando. 

"Viemos aqui também para passar carinho e enviar energias positivas para que dê tudo certo. Estamos aqui com o coração aberto. Entregar carinho também é maravilhoso", disse o atacante Endrick.

Médicos e funcionários do hospital acompanharam os jogadores da Seleção na visita e se emocionaram com os encontros. "Somos muito favoráveis a um encontro como esse para as crianças. Estamos agradecidos pela visita dos jogadores de uma das melhores seleções do mundo", contou o cirurgião oncológico Sebastian de la Fuente.

"O futebol tem uma responsabilidade social muito grande. A CBF também. Acredito que essa visita ao hospital trouxe para nós um pouco mais de humanização a todo esse processo. E com certeza, se ganharam os familiares, os funcionários e as crianças visitadas, também ganhamos todos nós, que saímos daqui um pouquinho mais humanizados com toda essa visita", completou o gerente geral técnico das Seleções Masculinas, Cícero Souza.


Top